Seguidores

Siga-nos por E-mail

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Pet Cuidados


Assim como nós, os animais precisam de carinho, estímulo, asseio, proteção, alimentação adequada e cuidados médicos. Eles têm as suas limitações, eventualmente alguma deficiência, o seu temperamento específico, fazem travessuras quando pequenos e também envelhecem. Então, pra quem tem um animalzinho em casa, temos algumas orientações, lembrando que o carinho e a tolerância devem ser dobrados quando nos referirmos aos animais recolhidos das ruas.

01) Plaquinha de identificação: providencie uma plaquinha com o nome do cão/gato e seu telefone, assim, em caso de fuga, ele poderá ser devolvido à você. OBS: a plaquinha pode ser substituída por uma coleira de couro, bastando escrever nela o nome do seu animal e telefone de contato.
02) Passeios: se você não tem um quintal grande, faça passeios com o seu cão algumas vezes por semana.
03) Brincadeiras: brinque com o seu cão utilizando cordas, bolas, garrafas plásticas etc. Gatos gostam de subir , arranhar, afiar as unhas… abuse de sons e texturas usando novelos de lã, bolinhas de papel, canudos, caixas de papelão etc.
04) Banho: prefira dias mais quentes, e faça deste momento algo divertido pra vocês dois.
05) Proteção: mantenha a casinha do seu cão em local limpo e coberto, protegido do sol, frio e chuva.
06) Água: troque a água do seu cão/gato ao menos uma vez por dia.
07) Alimentação: preferencialmente dê ração ao seu animal, observando aquelas que estão em acordo com as características do seu cão/gato (idade, porte, peso etc). Animais também tem as suas preferências, portanto, sempre que possível alterne as marcas de ração e os sabores.
08) Petiscos: ossinhos e biscoitos mantêm os cães ocupados e seus dentes mais limpos.
09) Saúde: providencie a vacinação, vermifugação e sobretudo a castração do seu animal, evitando doenças, crias indesejadas e mais cães/gatos abandonados nas ruas. Para mais informações clique no item CASTRAÇÃO e depois em CASTRAÇÃO A PREÇO REDUZIDO.
10) Castração: após o procedimento são necessárias doses de carinho e paciência, uso de alguns medicamentos e eventualmente o uso do cone. A recuperação se dá em cerca de uma semana.
11) Fêmeas prenhes: as futuras mamães procuram um lugar seguro para parir; providencie panos limpos no local. Observe e chame um veterinário se necessário.
12) Filhotes: se por alguma razão um filhote não conseguir mamar, chame um veterinário. Simultaneamente, mantenha o filhote aquecido e ofereça leite morno com um conta-gotas ou mamadeira para pets. Caso contrário, corre-se o risco de perdê-lo.

Fonte: http://www.viralatinhas.com/?page_id=2255

Nenhum comentário:

Postar um comentário